FENAPRF

FenaPRF negociará para que TAF não seja obrigatório em 2020

Em Assembleia Geral Extraordinária realizada de maneira remota na última quarta-feira (19), o conselho de representantes do sistema sindical dos PRFs deliberou que os sindicatos estaduais e a FenaPRF poderão ingressar com uma ação judicial para que o Teste de Aptidão Física programado aos policiais rodoviários federais em 2020 não tragam prejuízo no programa EFI, no IFR na e ADI, visto que o preparo físico dos PRFs tem sido prejudicado com a pandemia mundial do novo Coronavírus.

Após consulta às bases, os representantes dos sindicatos estaduais e da FenaPRF se reuniram para discutir a melhor forma de gerir a pauta. Ficou acertado que a FenaPRF se reunirá com os gestores do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF) para solicitar a não obrigatoriedade dos testes de aptidão. O entendimento do sistema sindical é que a nova realidade imposta pelo vírus COVID-19 prejudicou o preparo físico dos policiais rodoviários federais.

Caso o Departamento informe que não seja possível, o sistema sindical ingressará com uma ação judicial para garantir que os policiais rodoviários federais não sejam prejudicados. “Temos um efetivo pequeno, não podemos sacrificá-lo com testes neste momento de uma realidade diferente, provocado pela pandemia”, afirmou Dovercino Neto, presidente da FenaPRF.

Fonte: FenaPRF.